Bostofrio
Bostofrio

19h30 | 08 de junho 

de Paulo Carneiro
Bostofrio | 70 min | Portugal | 2018 | m/12

A Utopia Americana de David Byrne

Bostofrio é uma pequena aldeia do concelho de Boticas. Não, não iremos falar acerca da exploração de lítio, da ganância das corporações, nem da ambição desmedida dos políticos ou da revolta das populações. Nem tão pouco vimos tecer elogios à posta mirandesa ou ao vinho transmontano. Há outros motivos para lembrar os que estão para lá do Marão.
“Bostofrio” é também o título do filme que Paulo Carneiro realizou e que percorreu diversas salas do país e do estrangeiro. Uma estreia comercial que o autor pensou nunca vir a ser possível, quer pela dimensão pessoal do projeto e a abordagem artística, quer pelos constrangimentos orçamentais. O percurso de “Bostofrio” pelo circuito de festivais, onde se apresentou como documentário e foi enormemente recebido, veio apaziguar os receios do realizador e provar que, também fora do ecrã, há histórias com final feliz, especialmente para os espectadores, que têm oportunidade de assistir a este filme.

Diz a sinopse curta que “numa aldeia remota chamada Bostofrio, um jovem cineasta quebra a lei do silêncio para descobrir a história do seu avô, através de uma série de entrevistas estranhas e engraçadas que revelam os segredos e meias verdades que são o tecido de um Portugal rural”.

Slide