Junho, no hádoc

 

O hádoc entra na reta final, com os dois filmes programados para junho.

A Coreia do Norte é, talvez, o país do mundo mais fechado ao exterior, governado por um regime autoritário e com periclitantes relações internacionais. Os Laibach, (banda eslovena que já atuou no Entre-Muralhas, em Leiria) é um coletivo musical avant-garde, fomentador de polémica, desde a sua formação em 1980, quer pela sua postura provocatória quer pela forte atitude politizada (intitulando-se “engenheiros de almas humanas). Dia da Libertação é o documentário que acompanha os Laibach na sua viagem à Coreia do Norte, para um concerto que foi publicitado como o primeiro de uma banda rock estrangeira naquele país. Uma “viagem” cinematográfica obrigatória!!

Frágil Equilíbrio é um filme delicioso, vencedor do Goya 2017 para melhor documentário que, sobre as sábias palavras do “humilde presidente” José Mujica (antigo guerrilheiro uruguaio que foi presidente daquele país entre 2010 e 2015), elabora um tríptico de histórias: acompanha um grupo de migrantes que, no norte de África tentam “dar o salto” para a Europa através da fronteira de Melilla, uma comunidade espanhola vítima da crise que se vê a braços com a pobreza e o despejo de suas casa, e a vida de “executivos” japoneses, perdidos no dilema e desespero de uma existência dominada pelo trabalho e a falta de objetivos pessoais.  O reflexo da nossa atualidade, numa abordagem sensível, oportuna e inteligente, com uma fotografia magnífica.

 

Leave a Comment